O que é a arquitectura?

Naked Hollywood book, Arthur Fellig, 1952
<br>via http://pleasurephoto.wordpress.com/2012/09/25/weegee-aka-arthur-fellig-ca-1952-naked-hollywood-book/<br>[consulta/visit Fev/Feb 2014]
Livre: Le museée imaginaire d’André Malraux, 1947
<br>via http://conversionumerique.wordpress.com/2012/01/29/livre-le-musee-imaginaire-dandre-malraux-1947/<br>[consulta/visit Fev/Feb 2014]
The archduke Leopold William in his paintings gallery in Brussels, David Teniers II, 1653
<br>via http://commons.wikimedia.org/wiki/File:El_archiduque_Leopoldo_Guillermo_en_su_galer%C3%ADa_de_pinturas_en_Bruselas_(David_Teniers_II).jpg<br>[consulta/visit Fev/Feb 2014]

Filipe Magalhães Porto, 1987 É co-fundador do atelier fala juntamente com Ana Luísa Soares. É arquitecto pela Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto e pela Fakulteta za Arhitekturo de Ljubljana e escreveu a tese “Entre o abstracto e o figurativo”. Trabalhou com Harry Gugger, em Basileia, e SANAA e Sou Fujimoto em Tóquio.

Montagem de drone na Cúpula do auditório desenhado pelo Arq. David Moreira da Silva, Technical Unconscious, 2014<br>© Technical Unconscious / Nicole Tsangaris, 2014
Display dos alvarás de construção da Cooperativa dos Pedreiros, Technical Unconscious, 2014<br>© Technical Unconscious / Nicole Tsangaris, 2014
Arquivo de Pós-Materiais, conjunto de moldes de gesso para transposição para a construção em pedra, Technical Unconscious, 2014<br>© Technical Unconscious / Nicole Tsangaris, 2014

Inês Moreira Porto, 1977 É arquitecta, investigadora e curadora. Licenciada pela Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto (2001). Mestre em teoria da arquitectura e cultura urbana pela UPC-Barcelona (2003). Doutorada pelo Goldsmiths College, University of London, com a tese Performing Building Sites, a curatorial research on space (2013). Os seus projectos curatoriais relacionam-se com lugares específicos (como hangares industriais, edifícios históricos em ruína, museus abandonados ou arquitecturas menores), explorando no seu processo de investigação e produção, a intersecção da arte, da arquitectura, da tecnologia e das ciências humanas.

Adam and Eve, 1531, Lucas Cranach<br>Via www.wikiart.org
Portugal, 2014<br>© Miguel Marcelino
Índia, 2013<br>© Miguel Marcelino

Miguel Marcelino Ponta Delgada, 1981 É licenciado em Arquitectura pela Universidade Autónoma de Lisboa em 2005. Também estudou música no Instituto Gregoriano de Lisboa, entre 1993 e 1998. Actualmente vive e trabalha em Lisboa. Colaborou com Herzog & de Meuron (Basileia, Suíça, 2003/04) e Bonell & Gil (Barcelona, Espanha, 2005/07). Em 2008, de volta a Lisboa, estabelece atelier próprio e vence o seu primeiro concurso público. Em 2014 integra a representação oficial Portuguesa na Bienal de Veneza de Arquitectura. www.marcelino.pt

Mong Kok skyline, Hong Kong, Ago/Aug 2014<br>© Filipe Afonso
Patterns, Causeway Bay, Hong Kong, Out/Oct 2014<br>© Filipe Afonso
Public space, Central, Hong Kong, Out/Oct 2014<br>© Filipe Afonso

Filipe Afonso Porto, 1975 É licenciado em arquitectura pela Escola Superior Artística do Porto em 2001. Mestre em Arquitectura Genética pela Universitat Internacional de Catalunya, Barcelona. 

Desde 2006 é sócio fundador de Arquitectos Anónimos®, uma extensão do seu percurso anterior e dos seus conhecimentos da área digital-computational de projecto para a prática da arquitectura. Desde 2010 é professor assistente na Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias e desde 2011 na Escola Superior de Artes e Design. Desde 2014 é professor convidado da University Innsbruck e professor assistente na Chinese University of Hong Kong, School of Architecture.

Pedro Cabrita Reis, Room for a poet (2000)<br>Fotografia original: Dirk Pauwels<br>Imagem do livro: Pedro Cabrita Reis – Todas as Obras, Bial, Lisboa, 2006
Bill Viola, Ascencion (2000)<br>Plano do video <a href='http://www.youtube.com/watch?v=Fd-kpj1-3uI' title='Bill Viola, Ascencion (2000)' target='_blank'>http://www.youtube.com/watch?v=Fd-kpj1-3uI</a>
Eduardo Chillida, Door of music (1993)<br>Fotografia original: David Finn<br>Imagem do livro: Chillida, Könemann, Madrid, 1999

Lucinda Correia Lagos, 1975 É arquitecta e pedagoga. É co-fundadora e directora da Artéria, onde é responsável pela concepção e coordenação geral de projectos e pela supervisão das actividades educativas sobre os conceitos de espaço e de arquitectura. É licenciada pela FA-UTL e pós-graduada em “Culturas e Discursos Emergentes: da Crítica às Manifestações Artísticas”, pela FCSH-UNL/Fundação Calouste Gulbenkian. Actualmente prepara a investigação para Doutoramento sobre as implicações do enquadramento conceptual legal na prática da arquitectura. www.arteria.pt

<a href='http://photosynth.net/view/818bff70-be04-4881-bbf9-cf8eb3e6c660' title='© José Paulo Goinhas' target='_blank'>http://photosynth.net/view/818bff70-be04-4881-bbf9-cf8eb3e6c660</a><br>© José Paulo Goinhas
<a href='http://photosynth.net/view/1d7e6586-0398-4eec-9af4-18553c8fc3d3
' title='© José Paulo Goinhas' target='_blank'>http://photosynth.net/view/1d7e6586-0398-4eec-9af4-18553c8fc3d3
</a><br>© José Paulo Goinhas
<a href='http://photosynth.net/view/c7f3a8a1-60d6-4be4-a950-0f1295ee3ece' title='© José Paulo Goinhas' target='_blank'>http://photosynth.net/view/c7f3a8a1-60d6-4be4-a950-0f1295ee3ece</a><br>© José Paulo Goinhas

Paulo Albuquerque Goinhas Beja,1977 É Mestre em Psicologia Comunitária pelo ISPA-IU Lisboa em 2013 e licenciado em Arquitectura pela Universidade Lusíada de Lisboa em 2001. Sócio fundador da EMBAIXADA arquitectura, um colectivo de pesquisa em arquitectura com vários prémios internacionais, fundado em 2002.

“As cortinas da casa do metafísico”, Susana Ventura, Lisboa, 2014
“The living room”, Erling Mandelmann, Petite Maison, 1964<br>© Moser, Patrick (ed.); Erling Mandelmann: le photographe, le musicien et l’architecte.<br>Corseaux: Éditions Castagniéé, Communce de Corseaux, Villa “Le Lac”, 2010.
“Desejo”, Susana Ventura, Tóquio, 2014

Susana Ventura Coimbra, 1978 Encontra-se actualmente a desenvolver o projecto de Pós-Doutoramento intitulado Para uma arquitectura intensiva, na FAUP, sendo membro efectivo do centro de estudos da mesma (CEAU-FAUP). Recebeu o Prémio Fernando Távora 2014 com a proposta Expedição a uma arquitectura intensiva. Doutorada em Filosofia, na especialidade de Estética, com a tese O corpo sem órgãos da arquitectura, sob a orientação científica do Professor Doutor José Gil, na FCSH-UNL, 2013, que incluiu residências de investigação nos ateliers de Diller Scofidio + Renfro (Nova Iorque), Lacaton & Vassal (Paris) e Peter Zumthor (Haldenstein). Licenciada em Arquitectura pelo darq - FCTUC, 2003 com a prova final Tenho um Corvo dentro da minha Cabeça quando me deito por entre as ervas do jardim, sobre o conceito de felicidade no pensamento e obra de Le Corbusier.

Tibete, 2007<br>China Photos / Getty images<br>Via www.gettyimages.pt
Anasazi, EUA<br>Anasazi Photography<br>Via www.anasaziphoto.com
Vilanova Artigas, São Paulo<br>Via http://www.archdaily.com.br/br/01-13942/feliz-dia-do-arquiteto

Sérgio Antunes Lisboa, 1977É arquitecto pela Universidade Lusíada de Lisboa e pela Universitá della Svizzera Italiana - Accademia di Architettura, Mendrizio (2003). Foi um dos fundadores do colectivo Kaputt! em 2003. Em 2010 fundou, juntamente com Luca Martinucci o colectivo 18:25 Empreiteiros Digitais. Também em 2010 fundou o atelier Aurora Arquitectos com Sofia Reis Couto. Tem sido porta-voz das várias organizações a que tem pertencido em conferências, seminários e workshops.

© Pedro Jordão (com Sofia Santos)
© Pedro Jordão (com Sofia Santos)
© Pedro Jordão (com Sofia Santos)

Pedro Jordão Aveiro, 1977É arquitecto pela Universidade de Coimbra, tendo vindo a dividir a sua actividade entre a prática e investigação em arquitectura e a programação cultural. Foi fundador e director da revista NU, mantendo desde então uma produção crítica regular. Foi docente universitário, bem como curador em iniciativas como a HabitarPortugal ou a Guimarães 2012 Capital Europeia da Cultura. A par da arquitectura, foi director artístico do Teatro Aveirense e dirigiu e programou outras estruturas culturais, com uma particular ligação à música e ao cinema.

© Natasha Giles
© Natasha Giles
© Natasha Giles

Kirill de Lancastre Jedenov Rio de Janeiro, 1976Actualmente investiga Natureza como Processo. É Professor Assistente na The University of Western Australia e Arquitecto em Jedenov Arquitectura. Tem trabalhado/estudado em Kaputt! Arquitectos, ISCTE-IUL, Universität Innsbruck, Universidade Lusófona de Lisboa e Universidade Lusíada de Lisboa entre outros.

Exercício de desenho<br>Fonte: New Methods in Education: Art, Real Manual Training, Nature Study, by James Liberty Tadd (New York: Orange Judd Company, 1899).
Stones for jumping, Aldo Van Eyck<br>Localização: Zaanhof, Spaarndammerbuurt, Amsterdam-Oudwest,1959<br>Fonte: Aldo van Eyck: the playgrounds and the city, Stedelijk Museum, 2002.
Protesto na rua, França, Maio 1968<br>Via http://marxisttheory.org/maoism-in-east-and-west/

Mariana Pestana Viseu, 1982Arquitecta e curadora, licenciada pela FAUP. Concluiu mestrado em Narrative Environments na Central Saint Martins College of Arts and Design. Vive e trabalha em Londres, onde é co-directora do colectivo The Decorators, com o qual desenvolve projectos curatoriais e de intervenção no espaço público. Desenvolve doutoramento na Bartlett School of Architecture e é docente na Faculdade Chelsea College of Arts. Foi curadora da exposição A Realidade e Outras Ficções, na Trienal de Arquitectura de Lisboa 2013: Close, Closer e integrou a representação oficial portuguesa na Bienal de Arquitectura de Veneza 2014.

Samuel Mockbee – Butterfly House, Mason's Bend, Hale County, Alabama, USA 1997 <br>Via http://www.cooperhewitt.org/2012/12/23/citizen-architect/
Diébédo Francis Kéré - Primary School, Gando, Burkina Faso 1999-2001<br> Via http://www.moma.org/interactives/exhibitions/2010/smallscalebigchange/projects/primary_school
Lina Bo Bardi – MASP, São Paulo, Brazil 1968<br>Via http://arqvip.com.br/masp-lina-bo-bardi/

Pedro Clarke Cambridge, 1983Nasceu no Reino-Unido e cresceu em Lisboa, Portugal. Estudou arquitectura na FAUP- Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto, daqual obteve o diploma em 2007, e na AHO- Arkitektur Høgskollen i Oslo. Presentemente a completar um Mestrado em Desenvolvimento e Prácticas de Emergência no CENDEP- Centre for Development and Emergency Practice, Oxford Brookes University, Reino-Unido. Após ter trabalhado em diferentes países em vias de desenvolvimento e em países desenvolvidos fundou o atelier A+Architecture, em 2014, com o objectivo de tornar a arquitectura mais acessível a todos.
www.a-architecture.org

Digitalização de fotocópias sobre fotocópia de imagem tridimensional da Elbphilharmonie, em Hamburgo, de Herzog & de Meuron 2010<br>© Herzog & de Meuron
<br>Via http://www.dezeen.com/2010/05/28/elbphilharmonie-by-herzog-de-meuron/
Digitalização de fotocópia de fotografia de Júlio Covello “Senhor Salva-me das imagens”.<br>Fonte: Valêncio Xavier “Minha mãe morrendo e o menino mentido”. São Paulo, Companhia das letras (2001)
Digitalização de fotocópias sobre fotocópia de desenho de desenho de Mies van der Rohe, arranha-céus em Friedrichstrasse, Berlim (1921)<br>© MOMA<br>Via http://www.moma.org/collection/object.php?object_id=787

Pedro Levi Bismarck Porto, 1983Arquitecto licenciado pela FAUP. Editor da Revista Punkto (www.revistapunkto.com). Investigador do CEAU e Bolseiro da FCT. Está actualmente a desenvolver tese de doutoramento. A sua investigação ocupa um campo temático situado entre arquitectura, espaço, política e vocação, a partir do qual tem procurado pensar uma certa condição-política e vocação-artista do fazer(-se) arquitectura.

© António Louro
© António Louro
© António Louro

António Louro Lisboa, 1978Arquitecto licenciado pela Faculdade de Arquitectura - Universidade Técnica de Lisboa. Foi um dos fundadores do estúdio de arte e arquitectura MOOV, onde desenvolveu actividade entre 2003 e 2013. No inicio de 2014 fundou o escritório de arquitectura FURO. Vive e trabalha em Lisboa.

Geometria - Shell.ter, LIKEarchitects, Vila Nova de Cerveira, 2012<br>© João Marques
Espaço - The Andy Warhol Temporary Museum, LIKEarchitects, Lisboa, 2013<br>© Fernando Guerra
Programa - Fountain Hacks, LIKEarchitects, Guimarães, 2012<br>© Dinis Sottomayor

Diogo Aguiar Porto, 1983Arquitecto, licenciado pela Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto em 2008. Colaborou com os UNStudio em Amesterdão. É desde 2010 co-fundador dos LIKEarchitects, colectivo sediado no Porto, premiado com Archdaily Building of the Year 2010, International Space Design Award (China) e Minsk International Biennale of Young Architects (Bielorrússia) e com nomeações para o Detail Prize 2011 (Alemanha) e os Prémis FAD 2013 (Espanha), entre outros. A título individual é co-autor do Eco-Resort Pedras Salgadas, construído em 2012 e premiado com o Archdaily Building of the Year 2012. Recentemente, integrou a representação oficial portuguesa na Bienal de Arquitectura de Veneza 2014.

O que é a arquitectura?

O que é a arquitectura?A pergunta "O que é a arquitectura?" está, por natureza, em aberto. De certa forma, a história da disciplina pode ser entendida como uma sequência de definições que, querendo estabilizar o sentido da arquitectura, paradoxalmente o põem em movimento. Portanto, no universo de possíveis respostas à pergunta emergem as relações, intercepções e oposições que permitem, mais do que tudo, manter a condição interrogativa. No limite, será por não sabermos a resposta, que nos questionamos permanentemente de qual o seu campo, significado e limites. A recolocação da pergunta, uma e outra vez, manifesta assim a vitalidade e multiplicidade inerentes à própria definição de arquitectura. No âmbito do projecto das residências artísticas online da plataforma RAUM, colocámos esta questão a um conjunto de 15 arquitectos portugueses nascidos depois da revolução de 1974. Se a pergunta é colocada de modo textual, a resposta que solicitámos é de dimensão visual, dada a relação estrutural que os arquitectos estabelecem com as imagens. Num espectro alargado da actividade disciplinar, pedimos a esses jovens arquitectos que elaborassem uma definição de arquitectura sob a forma de um tríptico. Entre 10 e 25 de Dezembro de 2014, será disponibilizada diariamente na plataforma RAUM uma definição de arquitectura. A definição que emergirá da série construída ao longo das duas semanas será, entretanto, uma questão em aberto.

Revista arqa | Arquitectura e Arte
(Luís Santiago Baptista e Paula Melâneo)

×
×
O que é a arquitectura?15 Arquitectos